Itapetiningana integra seleção brasileira de skate que disputará classificatórias para Olimpíadas

Esportes e Recreação - Sexta-feira, 26 de Junho de 2020


Itapetiningana integra seleção brasileira de skate que disputará classificatórias para Olimpíadas

A jovem Isabelly Ávilla é uma das integrantes do selecionado nacional da Confederação Brasileira de Skate para a sequência das classificatórias olímpicas. No total 22 atletas de várias idades estarão em atividades na busca pelas vagas destinadas ao Brasil para competir em Tóquio, no Japão, em 2021.

A itapetiningana que disputará provas na categoria Street feminino, vem se destacando em eventos a nível nacional e internacional. Na França, subiu ao pódio para receber a medalha de bronze no Torneio Far’n High, que reuniu skatistas de diversos países. Recentemente esteve, ao lado do pai Garcia Rodrigues, participando como da inauguração de uma pista em Ra's al-Khaimah, nos Emirados Árabes.

Já em território brasileiro as conquistas aumentam seu currículo profissional no ranking como o 1° Lugar no Circuito Paulista Street Feminino de 2019. Outros destaques foram:

Campeã Paulista de Skate Street Feminino 1 – 2015;

Campeã Jogos Regionais 2017 Região de Sorocaba;

1° Lugar Feminino na 3ª Edição do Wray Skateboards Street Amador 2017;        

1° Lugar Feminino no 2° Campeonato de Skate Festival Urbano Chama Skate Shop - Caieiras SP;

1° Lugar Mirim (Masculino) no 14° Skate Festival 2017 - Apiaí SP;

1° Lugar Feminino na 1ª Etapa do Circuito Yellow Urban Shop - Boituva SP;

2° Lugar Feminino 1 no 1° Campeonato de Skate Menina de Ouro Beira Rio Skate Park - São Paulo SP;

Vice-Campeã Paulista de Skate Street Feminino 1 – 2018 e 2017.

Para a preparação e participação das disputas sancionadas pela World Skate como classificatórias para a corrida olímpica, os integrantes da Seleção Brasileira de Skate recebem auxílio atleta mensal e contam com suporte médico, psicológico e de fisioterapia. Os recursos para esse apoio são repassados à CBSk pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) por meio da Lei Agnelo/Piva.

A próxima etapa agora é retomar o planejamento individualizado de cada integrante da seleção", destaca Eduardo Musa, presidente da Confederação Brasileira de Skate (CBSk).

Após o Oi STU Open, todas as competições previstas para o primeiro semestre de 2020 foram suspensas pela World Skate. A entidade máxima do skate no mundo segue monitorando a Covid-19 para dar início à retomada dos eventos. Ainda não há previsão de retorno, mas a entidade já comunicou que um eventual calendário de disputas será anunciado com 60 dias de antecedência do primeiro evento.

Fotos- Confederação Brasileira de Skate - 

Isabelly Ávilla /Arquivo Pessoal

Prefeitura Municipal de Itapetininga


Estado de São Paulo