Itapetininga é a primeira cidade a realizar o Prêmio de Inovação #BethebossItapê

Trabalho e Desenvolvimento - Quarta-feira, 05 de Dezembro de 2018


Itapetininga é a primeira cidade a realizar o Prêmio de Inovação #BethebossItapê

Uma noite de criatividade, inovação e premiação. Pela primeira vez, Itapetininga foi o primeiro município da Região Metropolitana de Sorocaba a sediar o Prêmio de Inovação de Itapetininga #BeTheBossItapê.

Foram 111 projetos apresentados por alunos de escolas técnicas e universidades, 15 foram finalistas e cada um teve três minutos para apresentar à banca avaliadora.

Os participantes tiveram a oportunidade de mostrar a ideia, a inovação e o talento no palco do Auditório Municipal “Alcides Rossi”, anexo ao Paço Municipal, no Jardim Marabá. Foram quatro meses contemplando atividades de orientação, mentoria e cursos online, que tiveram como objetivo a idealização desses projetos inovadores, que possam favorecer a qualidade de vida, ambiente de negócios, saúde, transporte, proteção aos recursos naturais, economia colaborativa e criativa, entre outros.

A cada apresentação, os jurados também tinham a chance de questionar sobre o projeto apresentado. Depois de uma avaliação criteriosa, o resultado.

Em 1º lugar, venceu o Projeto “PETfôrma” de Grazielle Beatrice Pedote e Júlio César Medeiros Ruivo da Silva, do Instituto Federal. Grazielle mostrou uma inovação na área da construção civil. A criação de um protótipo de material reciclável que pode ser usado na construção de vigas baldrames, auxiliando na redução da umidade de paredes.

Em 2º lugar, venceu o Projeto “Santa Cesta” (social) de Jonathan Rodrigues Souza, da Fatec de Itapetininga. Jonathan criou um aplicativo para ter o controle de doações de cesta básica, que são doadas para as instituições da cidade. 

Também pela Fatec de Itapetininga, em 3º lugar, o vencedor foi o Projeto “Tijolo Bayer” de Ana Flávia Maziero, Ingrid Scanavaca, Michelle Hazenfratz e Cilene Miranda. Elas criaram um protótipo de um tijolo que utiliza os resíduos do processo da extração do alumínio.

Os três vencedores receberam um troféu, confeccionado pelo artista plástico, Eduardo Chiaffitelli. De acordo com o artista, cada material, utilizado para a confecção do troféu, tem um significado. Base de Pedra: A casa edificada sobre a rocha se mantém em pé. O Ferro: Provado no fogo, moldado, forjado. Trabalhoso porém recompensador. Forma de I, I de Itapetininga, Ideia, Inovação. O I representa uma coluna que sustenta, protege. Círculos: Representa o Globo, o Mundo. Girando entre si, representando o movimento, as mudanças. Mão: Representando a orientação e a tecnologia, como o poder de conduzir o mundo ao futuro. Conceito Final: Uma ideia sólida, bem orientada e sustentada por um propósito, pode transformar o mundo.

Outro projeto que foi destaque foi o “APP Acidentes com animais peçonhentos” de Bruno Jesus Souza de Proença, que chamou a atenção de todos ao se apresentar com uma cobra da espécie jiboia enrolada no pescoço. Ele abordou a questão da prevenção ao se deparar com animais peçonhentos.

 

Confira os outros projetos finalistas de cada instituição:

 

Fatec de Itapetininga

Projeto “Anima +” de Thiago Oliveira, Maquele Antunes e Hevelson Rosário

Projeto “Melhoramento leite com ozônio” de Alex Schuemann de Barros e Fábio de Chaves

 

Instituto Federal - Campus Itapetininga 

Projeto “IrrigationManagement Corporation de Marcos Davi Clementino Folha e Herry Augusto Laurenço

Projeto “Khan with Moodle” de Everton Farcioli Kamikawachi, Deivison Shindi Takatu, Edson de Almeida Rego Barros e Gustavo José Lauer Coppio

Projeto “Projecting a Different Assistive (Panda) de Leandro Medeiros de Almeida Machado e Paulo Henrique Vieira Cândido

 

UAB – Universidade Aberta do Brasil – Polo Itapetininga

Projeto “Eco-Máquina” de Anderson Antunes vieira Arruda Moraes, Eberton Batista de Oliveira, João Maria Oliveira Lima, Valéria Montilha Leal e Zaqueu Chagas Correa

Projeto “Salada Social – Saudável e Solidário” de Ademir Diniz Neves, Fernando de Carvalho ladeira, Paulo Rezende Prudente, Sérgio Paiva de Campos e Túlio Mariano de Oliveira

Projeto “Syamb” de Lívia Sottovia

 

Faculdade Sudoeste Paulista

Projeto “FSPProjetos em Tecnologia e Acessibilidade” de Ivan Rodrigues de Camargo, Gabriela Camporez Nicolau, Giulia Carolina Ferreira Almeida, Jéssica Caroliny Terra da Costa, Mauro Pinto da Silveira Júnior, Mayara Cristiane da Silva Santos, Natália Fernanda Tobias da Silva, Thaís Vieira Bueno e Thamy Lourene Pontes Orestes

 

ETEC “Darcy Pereira” de Itapetininga

Projeto “APP de Acessibilidade e Segurança ao Deficiente Visual” de Lucas Felipe Soares de Sales (DANIEL)

Projeto “Kit de Prevenção de quedas para idoso” de Martinno Martins de Carvalho

 

O programa é uma realização da Prefeitura de Itapetininga, Parque Tecnológico da Região de Sorocaba e regional do Sebrae-SP, Instituto Federal de Itapetininga, ETECs Edson Galvão e Darcy Pereira de Moraes, Fatec de Itapetininga, Universidade Aberta do Brasil, Polo Itapetininga, FKB, IIES e Faculdade Sudoeste Paulista.

Prefeitura Municipal de Itapetininga


Estado de São Paulo